<$BlogRSDUrl$>

Nietzsche & Schopenhauer

Um blog optimista sobre o Benfica. setezero@iol.pt

segunda-feira, novembro 10, 2003

.
.
Até segunda. Meu caro Frederico, não estarei por aqui durante os próximos dias. Saudações. Artur
posted by slb  # 5:57 da tarde
.
.
Rir. Mesmo a ganhar somos gozados. Temos de ir ao médico. Frederico
posted by slb  # 9:06 da manhã
.
.
Recordações. Histórias. Curtas, extensas, dramáticas ou humorísticas, mas com muitos pormenores. Os dias, por exemplo. Qualquer adepto tem, quando conta as suas histórias de futebol, um dia que nunca esqueceu. Um golo, uma defesa de génio, uma jogada de outro mundo, a conquista de uma taça europeia ou de um campeonato. Pego no calendário e folheio: 2003, 2002, 2001, 2000, 1999, 1998, 1997, 1996, 1995. Não vale a pena tentar repetir. Há cerca de dez anos que não há nada para recordar. Recordações, boas recordações de um dia de futebol. O Benfica é um clube sem histórias. Artur
posted by slb  # 12:05 da manhã

domingo, novembro 09, 2003

.
.
Espécie esculhambada II. Não percebo. Tanta limpeza na RTP e não se lembraram de limpar o pó, o imenso pó que envolve a repartição de desporto. Esses funcionários representam o que há de pior no benfiquismo. O jogo em Alverca provou-o pela milésima vez. Artur
posted by slb  # 9:35 da tarde
.
.
Espécie esculhambada. Desde logo, Simão a capitão. Depois, aqueles dois senhores, Armando e Fernando Aguiar, a jogarem noventa minutos. A vitória, nestas circunstâncias – medonhas circunstâncias – cobre os adeptos com o manto do enxovalho. Só apetece repetir, até à exaustão, aquela frase de João Ubaldo Ribeiro: «Ô espécie esculhambada que nós somos.» Artur
posted by slb  # 9:33 da tarde

sexta-feira, novembro 07, 2003

.
.
Não acendia. É uma imagem recorrente. Adeptos nas bancadas a fumar charuto. Na Luz, por exemplo, encontram-se ainda alguns bravos sobreviventes. Nada tenho a apontar. Aliás, os meus Ramon Allones - os cubanos, meus caros, os cubanos - estão guardados, hoje, para receber grandes amigos. Admiro, portanto, a capacidade desses senhores, dos adeptos. Passo a explicar. Há pouco tempo tentei acender o meu Beldina em casa. Esforço em vão. Recusava acender-se - com aquela elegância particular do charuto feito por mãos micaelenses. Tentei várias vezes. Percebi, enfim, que não havia nada a fazer. Ele tinha razão. O verdadeiro prazer nunca seria possível. Não com o Benfica numa televisão ali tão perto. Aprendi, meus amigos, a lição - esta eterna lição. Artur
posted by slb  # 10:15 da manhã

quinta-feira, novembro 06, 2003

.
.
Riso louco. O riso louco de Isaías depois dos golos. Sim, rematava muito - talvez demasiado. Mas quem não recorda aquele riso de gozo louco? Absolutamente louco. Artur
.
.
A Branca de Neve. Como será o futuro do Benfica? É muito simples. Basta ver o filme de César Monteiro. Está lá tudo. Artur
posted by slb  # 5:23 da tarde
.
.
Temos equipa. Tenho por adquirido que qualquer instituição bancária deve passar para o exterior uma imagem de credibilidade e rigor. É o mínimo. Pois bem, como todos sabemos, há uma instituição - não é necessário escrever o nome - que junta ao símbolo do Benfica, entre outros ícones futebolísticos, o slogan «Temos equipa». Aparece há muito na televisão. Rigor e credibilidade, lembram-se? Está nos manuais mais baratos, caramba. Artur
posted by slb  # 4:35 da tarde

terça-feira, novembro 04, 2003

.
.
Obrigatório. Depois de «Ditosa Pátria», não se deve perder o «Futebol e Glória Nacional», no Aviz Leitura obrigatória. Artur
posted by slb  # 6:07 da tarde
.
.
Matrimónio, esse fatalismo. A ligação de muitos adeptos ao Benfica assemelha-se, com todo o apuro, a tanto casamento fracassado que domina este país. As expectativas sobre o que de bom se pode esperar da relação desapareceram há muito, mas ainda assim prolongam-na por anos e anos. E anos. De facto, por vezes, não sei se é o Benfica o espelho do país ou se é exactamente o contrário. Artur
posted by slb  # 5:53 da tarde
.
.
Reforços. Prometem-nos agora para Janeiro. Mas reforçar o quê? Frederico
posted by slb  # 9:11 da manhã

segunda-feira, novembro 03, 2003

.
.
Caro Artur. A espera é angustiante. A minha e a dos adeptos benfiquistas. A minha, eu sei, tem um fim anunciado, mas a dos benfiquistas é difícil de calcular. Frederico
posted by slb  # 8:59 da manhã

domingo, novembro 02, 2003

.
.
Ultrajante. Não, não foi a derrota. Nada podia ser mais justo. Agora, o facto de o senhor de nome Armando ter jogado mais de dez minutos, isso sim, foi ultrajante. Artur
posted by slb  # 11:05 da tarde

sábado, novembro 01, 2003

.
.
Mais de 90%. Até no resultado... Artur
posted by slb  # 10:51 da tarde

Archives

08/01/2003 - 09/01/2003   09/01/2003 - 10/01/2003   10/01/2003 - 11/01/2003   11/01/2003 - 12/01/2003   12/01/2003 - 01/01/2004   01/01/2004 - 02/01/2004  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?